Indústria Criativa - Portfólios online
Investir em publicidade

Investir em publicidade

30 de Agosto de 2014 às 08h00

Muito se falou e criticou o facto de algumas marcas não investirem em publicidade na Vert, não apoiam o bodyboard ao seu melhor nível. Outros dizem que as marca de grande superfície comercial são nocivas para o bodyboard porque no fundo não pertencem ao meio tradicional e corrompem os mais puristas.

Em primeiro lugar temos que perceber que isto é um negócio e quando se tomam as decisões é com base em números e onde investir, para fazer lucro e dar continuidade ao negócio. Os negócio não existem para fazer favores, ou caridade, porque quem tem o dinheiro investido tem o pescoço no cepo.

Percebo perfeitamente quando a IndoDreams não investe em publicidade na Vert. Porque é que o vai fazer? Deitar dinheiro à rua? A IndoDreams já fez publicidade o suficiente em Portugal para que as marcas que representa terem a notoriedade necessária nos consumidores, basicamente atingiu o topo de notoriedade perante o consumidor. Cabe às marcas que estão abaixo fazerem um melhor trabalho para tirarem o lugar à NMD e à VS, e consequentemente a IndoDreams.
Temos de perceber que existem pelo menos duas formas de chegar ao consumidor. A primeira pode seratravés de uma boa relação preço/qualidade e com uma distribuição massiva dos produtos, são a estratégia da Deeply e Triboard, onde é necessário uma máquina grande, com capital e canais de distribuição próprios. Depois temos a estratégia da qualidade/imagem, onde o foco é assente numa qualidade boa aliado a um imagem muito bem trabalhada, a estratégia da NMD, VS e Pride. Se na primeira o investimento é qualidade a um preço baixo, julgo que o segredo é na economia de escala, ou seja, produzir mais para baixar o custo de produção e aumentar a margem, havendo necessidade de escoar o produto todo, vendendo a um preço mais baixo no mercado. Já a segunda estratégia passa por trabalhar imenso no Marketing, apostar na imagem do atleta e na qualidade elevado do produto, para construir o desejo no consumidor.

Por fim temos as marcas que ficam no meio, não têm um preço competitivo, nem uma imagem de alta qualidade. Tentam trabalhar no preço e fazer uma boa imagem das suas marcas.

No final ganha quem percebe melhor os consumidores e as marcas chegam e vão, no passado era a Morey, já foi a Manta e agora é a VS. Isto no fundo é um negócio e as pessoas estão aqui para fazer dinheiro. Cada um puxa a manta para o seu lado e num meio pequeno as "comadres" ficam logo zangadas e deixam-se de falar, ou aparecer, mas felizmente aqui o "estaminé" está "imune" às organizações e sites, e acho que deve continuar assim para haver um opinião diferente.

Via: Palavras de Sal

Registar Conta InsideBB

Registar Conta InsideBB

Conta InsideBB

Recuperar password

Recuperar Password