Indústria Criativa - Portfólios online
Agueiros - O que são?

Agueiros - O que são?

01 de Fevereiro de 2014 às 00h00

Já existem diversos trabalhos escritos sobre os agueiros. Mas nunca é demais escrever mais uma vez sobre os agueiros. É necessário saber o que são, como se formam e como lidar com este fenómeno da natureza.

Os agueiros podem ser definidos como o refluxo do volume de água que retorna da costa de volta para o mar, em virtude da força gravitacional. Apesar dos agueiros existirem independentemente dos fenómenos das marés, estas podem intensificar o perigo das correntes de deriva, em especial na maré baixa. A velocidade do fluxo de água retornando ao mar pode variar de 0,5 m/s a até 3,5 m/s.

Existem vários tipos de agueiros, variam em tamanho, largura, profundidade, forma, velocidade e potência. São formados, geralmente quando as ondas quebram, elas empurram a água acima do nível médio do mar. Uma vez que a energia da água é despendida, a água que ultrapassou aquele nível médio é empurrada de volta pela força da gravidade. Quando ela é empurrada de volta, contudo, mais ondas podem continuar a empurrar mais água acima daquele nível médio, criando o efeito de uma barreira transitória (temporária).

O agueiro pode ser um canal submerso e como a água de retorno se concentra nesse canal, ela torna-se numa corrente movendo-se para dentro do mar. Dependendo de inúmeros de fatores, esta corrente pode ser muito forte. Alguns agueiros dissipam-se muito próximo à praia, enquanto que outras podem continuar por centenas de metros. É importante notar que as ondas não quebrarão sobre um canal submerso. 

Como agir num agueiro?
Deixar-se ir com a corrente, mantendo-se sempre á tona de água utilizando os braços e pernas para garantir a sustentação. Independentemente de estar ou não em afogamento deve iniciar um pedido de ajuda para terra garantindo assim a máxima ação de segurança e possível resgate se necessário.

Alguns metros mais à frente a gola perde intensidade e verifica-se que a velocidade da corrente diminuiu, neste caso deve iniciar a natação paralelamente à praia, desviando-se para o lado até deixar de sentir resistência.

Após verificar que não está sobre influência de correntes contrárias deve descansar boiando algum tempo e seguir nadando em direção a terra utilizando neste caso as ondas favoráveis para a sua locomoção.

Registar Conta InsideBB

Registar Conta InsideBB

Conta InsideBB

Recuperar password

Recuperar Password