Indústria Criativa - Portfólios online
Entrevista com Jacob Romero

Entrevista com Jacob Romero

19 de Maio de 2011 às 13h22

Jacob, as tuas filmagens e fotos são espectaculares, grandes tubos, vôos altíssimos, qual é a tua melhor manobra, aquela que tu executas na perfeição?
Pessoal, antes de mais quero agradecer pelo apoio e pelas palavras positivas, estou super contente. A manobra que eu mais gosto de realizar e aquela que eu penso que a faço melhor é invert ou o air reverse. Eu gosto da sensação que estas manobras me proporcionam e às vezes gosto de ser imaginativo e faço um "inverse", que é um invert para um reverse. Estas, sem dúvidas, são as manobras que mais gosto de fazer.

Qual é o nome daquela manobra que vemos no clip Shacks and Shackas, uma espécie de duplo rollo com um ars?
A manobra chama-se DRS, que significa Double Rollo Spin. Já tentei fazê-la várias vezes, mas apenas aterrei correctamente uma única vez e poderá ser vista no filme. Ultimamente não tenho tentado, mas irei tentar mais vezes e tenho a certeza que irei completá-la mais vezes.

Quando é que estreia o filme Shacks and Shackas?
Muito provavelmente em Julho ou Agosto deste ano.

Podes falar do projecto?
É um projecto que está a ser filmado e editado pelo Mike Kini e o Marcus Rodrigues. Estes dois têm filmado muito aqui em Maui e no Havai e estão a unir esforços para criarem o melhor filme de bodyboard que será lançado este ano. É um projecto de Maui e apesar de também ter filmagens de riders internacionais, o tema principal serão os riders locais! O filme é insano e estou em pulgas até que saia!

E a ideia do Jacob Romero´s Real Life (pequeno clip sobre a vida do Jacob)?
A ideia surgiu após ver o meu logo "Life is Good" (A vida é boa).Os meus pais trouxeram uma data de objectos com essa frase, canecas, t-shirts, etc. e pegou... Eu sei que a vida nem sempre é boa, mas eu tento sempre ver o lado positivo da situação e ser optimista. Para mim a vida é fantástica e temos que estar agradecidos por aqui estarmos, pois podiamos estar mortos num lugar qualquer. Eu aprecio a vida porque no próximo minuto já cá não podemos estar. A vida é boa.

O clip é popular em Portugal, pretendes produzir mais?
Eu quero fazer mais podcasts sobre mim a surfar em vários spots do mundo. Eu estou a entrar nesse mundo do freesurfing e dos podcasts, mas não me interpretem mal pois ainda tenho o bichinho da competição dentro de mim, vamos ver por quanto tempo ainda permanece.

E a competição és o actual campeão da USBA, queres vencer outra vez?
Na verdade eu sou o campeão do US Open e não o campeão USBA. O Jeff Hubbard já ganhou esse campeonato 6 vezes seguidas. Um dos meus objectivos é ser o campeão da USBA, aliás em qualquer competição que entre é para ganhar, ninguém entra em competições para perder.

E as competições havaianas?
Nós não temos muitas competições, eu acho que apenas temos o Pipeline e o Sandy Beach USBA. Participei nos dois e fiquei bem classificado no Sandy Beach. Em Pipe ainda não consegui bons resultados, mas espero um dia mudar isso.

Nas competições internacionais, o que é que falta para venceres uma etapa?
Eu estou muito confiante no meu surf e acredito que posso vencer qualquer evento. Eu acho que tenho de melhorar as minhas esquerdas e, apesar de conseguir fazer todas as manobras, julgo que não sou tão consistente como para as direitas. Eu não consigo mandar um backflip numa marreca para a esquerda e preciso melhorar isto. Mas o aspecto mental é fundamental e eu antes de cada heat penso muito e isso prejudica-me.

E o Sintra Pro?
Eu acho que este ano vou, mas vamos ver. Eu quero fazer freesurf para fazer umas filmagens e fotos, vou esperar pelo desenrolar do campeonato para decidir se vou.

Tu és de Maui, qual é o melhor spot?
Sim, sou de Maui, mas não posso revelar qual é o melhor spot, peço desculpa. Apenas posso dizer que temos ondas de classe mundial e se algum dia vieres poderás surfá-las, respeitando os locais.

Em Pipeline tens prioridade ou ainda és maçarro, comparando com outros locais?
Nem pensar, a maior parte dos locais surfa pipe há muitos anos e eu apenas tenho 4 ou 5 sessões no Nort Shore. Eu respeito os locais e eles são primeiro, eu fico com os restos. É a casa deles e aceito.

Está um dia com muita gente em Pipe, quantas ondas apanhas numa hora?
Uma vez surfei 3 horas e apanhei 3 ondas, Pipe é assim mesmo.

E se um Haole te dropinar? Ele está em sarilhos?
Depende do spot, Haole significa estrangeiro, pelo que não tem de ser branco. Se fosse num dos meus locais favoritos iria chamar-lhe à atenção. Respeita e serás respeitado.

E a Turbo, estás satisfeito?
100% satisfeito, o Glenn faz as melhores pranchas, eu sei que estão sempre a dizer isto, mas são as melhores pranchas com que alguma vez andei. As pranchas com as quais apanho ondas são réplicas exactas das que vês nas lojas... Comprem as Turbo Romero já! Ha! Ha! Ha!

Podes descrevê-la?
SIZES: 38.5”, 39.5”, 40.5”,41.5", 42.5”
CORE: PP (Polypropylene) / PE (Polyethylene) / FRC S1(Flex Response Core)
DECK: 8lb NXL
SLICK: Surlyn ® / HDPE
TAIL: Bat / Crescent
RAILS: 50/50
STRINGER: Single / Double stringer system(only available on 43.5")
SHAPE: All round template Exact replica of what Jacob rides
CHANNELS
FULL DECK CONTOUR
NOSE BULBS

Porquê Bat tail?
O Bat tail dá-me mais velocidade, fico mais solto e dá-me mais projecção para fora do lip. O Jeff também anda de bat e é o melhor do mundo!

Registar Conta InsideBB

Registar Conta InsideBB

Conta InsideBB

Recuperar password

Recuperar Password